29
Novembro
Relacionamento X Dinheiro, quanto vale o que você é?

Os preconceitos são comuns em relacionamentos, ainda mais quando se está do outro lado onde é possível julgar, julgar e julgar... Sim é isso que as pessoas gostam de fazer, me toca muito uma frase: “Eu não me preocupo com o que pensam sobre mim, mas sim quem pensa sobre mim” – E realmente me importa muito mais a qualidade do que a quantidade.

Mas enfim, vi hoje uma foto dessas de fofocas, onde o Ator Antônio Fagundes estava com sua namorada que tinha no mínimo uns 30 anos a menos que ele, e o primeiro comentário que vi foi de que  o papel de Fagundes era ridículo, justamente por estar com uma moça mais jovem que estaria com ele simplesmente por DINHEIRO.

Quer dizer que uma moça bonita, muito mais jovem, não poderia se apaixonar por um homem mais velho, inteligente, bonito e charmoso sim, talvez com dinheiro – e pode ser o Antônio Fagundes, o João Prudentes, o A – B ou C ? Quer dizer que uma pessoa com um baita conhecimento da vida, não tem mais nada para apresentar que não seja dinheiro?

Triste e vergonhoso ainda ver pessoas que julgam simplesmente por que querem julgar. E é muito comum ver um homem mais bonito com uma mulher feia – e o burburinho começa – O que ele viu nela? E isso acontece vice-versa. Aliás, estamos vendo isso hoje com a questão da Gordinha interpretada na novela bravamente pela Fabiana Karla, na pele da Pê que sofre preconceito, vimos recentemente a Apresentadora e modelo Fernanda Lima postar – Só porque sou branquinha”, se referindo ao preconceito das pessoas porque tiraram Camila Pitanga e Lazaro Ramos de algum evento da FIFA e colocaram Fernanda Lima junto com seu marido.

Enfim PRE-CONCEITO – Tiramos pré-conceito de tudo, julgamos sem olhar profundamente dentro de cada ser humano. Estamos em uma era que xingar, falar o que quiser, ofender- virou – LIVRE EXPRESSÃO –

Expressão de que?

Para que?

Por quê?

Não acho que devemos nos calar perante aquilo que não achamos correto, ou pelo menos por aquilo que não concordamos, mas em Pleno Século XXI acho que já está na hora de quebrar certos preconceitos, e principalmente esse do dinheiro. Tenho pena das pessoas que gostam tanto de julgar quem tem dinheiro – Porque ao que parece a pessoa nada mais vale do que somente o dinheiro que ela tem. Fulano conseguiu alguma coisa – Ele tem dinheiro. Fulano foi viajar – Foi porque tem dinheiro – Casou – Só casou porque tem dinheiro. Enfim a vida se resume ao que tem, e não ao que é e ao que representa. Fulano venceu na vida – Venceu porque ficou rico! Ora ele não pode simplesmente ser um vencedor por ter conseguido se livrar de um vício, ter criado filhos educados, ter feito algo pela sociedade. Vencedores agora somente são vencedores porque tem dinheiro?

Não estou dizendo que não existem relacionamentos por interesse, sei que existem e não sou tão ingênua quanto pareço, só estou dizendo que podemos ser um pouco menos preconceituosos.

Quanto vale o ser humano para você? 

"“O talento vence jogos, mas só o trabalho em equipe ganha campeonatos.” " - Autor desconhecido!!!
©2019 - Camila Nalevaiko Studiomega