16
Novembro
Caso Suiá Missu: Uma covardia com a Nação Brasileira

 

“Só sairemos mortos das nossas terras” – Esta é a frase mais comum entre os fazendeiros, posseiros enfim produtores e moradores da área da Suiá Missu, 165 mil hectares de terra que está sendo alvo de impasse jurídico, e que a cada dia se torna um alvo mais perigoso e mais atordoado para se lidar.

Senti um verdadeiro terror o que aquela gente está vivendo e confesso que  a atitude da Justiça Brasileira neste caso, está atendendo uma minoria que preserva sei lá que tipo de interesses. Não quero aqui me aprofundar a termos técnicos, me dividir entre provas, em quem tá certo ou quem tá errado, mas a minha opinião é clara e objetiva. Quantos índios vão ocupar essa área de 165 mil hectares que esta produtiva e ocupada por pessoas de bem que investiram os seus sonhos e os seus projetos de vida? Na atualidade 7 mil pessoas brancas, negras, pardas, ou seja, não índios estão ocupando esta área, que inclui o Distrito de Estrela do Araguaia, popularmente conhecida como Posto da Mata que vem sofrendo e vivendo momentos de terror.

Qual é o real interesse da FUNAI em desapropriar essa área? Veja,  na região do Araguaia/Xingu existe uma quantidade grande e expressiva de terras indígenas e de povo indígena também, mas o que vimos principalmente na região de Santa Terezinha e São Felix do Araguaia é um caos vivido pelos índios. Em São Felix do Araguaia há inúmeros casos de suicídios dentro das aldeias, miséria, prostituição, índios com doenças sexualmente transmissíveis como a AIDS e outras, casos de venda de crianças índias, além do envolvimento com drogas ilícitas e licitas com o consumo de álcool que inclusive é proibido à venda para os índios e enfim tantos outros absurdos também sofridos pelo povo indígena.

E porque isso está acontecendo, por que esses índios não têm terras suficiente para povoar? É obvio que o problema é mais profundo! Que tipo de assistência a FUNAI – Fundação Nacional do Índio  - realmente oferece a esse povo? Como esse povo realmente é visto pelos governos, tanto federal, estadual ou municipal? Será que são tratados como um povo brasileiro, ou será que são somente utilizados a favor de interesses ocultos não revelados e também são usados como moeda de troca, sem mesmo saber que são? É uma situação preocupante!

 Como eu disse não sou contra os índios, jamais até porque em primeiro lugar acredito que todos são seres humanos merecem respeito e dignidade, apenas esse povo tem uma maneira de viver diferente da cultura nossa, mas também sofre porque começaram a conviver com uma cultura diferenciada e talvez não estão sabendo lidar muito bem com isso. Como será para um pequeno índio, ou um índio adolescente que sai de sua aldeia e chega na cidade vê uma moça ou um rapaz com um roupa nova, um tênis da moda? Será que sua cultura está bastando para ele? São situações para se repensar!

Quanto ao conflito a FUNAI deveria estar mais preocupada em garantir direito de saúde, educação, alimentação, cultura do que propriamente com a situação da terra Suiá Missu, até porque o Governo Estadual ofereceu uma permuta de área de mais de 200 mil hectares dentro do Parque Nacional do Araguaia, que não foi aceita pela FUNAI – e se o problema é a terra, porque então os índios não vão para um Parque que é propriamente voltada para a etnia Xavante que é o caso em questão, índios acostumados a conviver no Serrado?!

Ora,  será o interesse da FUNAI realmente beneficiar os índios?

E essas famílias para onde vão? Qual será o Direito garantido a essas famílias que terão que desocupar essa área? Cadê os Direitos Humanos?

Falta bom senso na decisão, e é nessas horas que nós podemos perceber exatamente a falta do peso politico que a região do Araguaia precisa! Quem é por nós?

Quantos ainda vão precisar morrer por um pedaço de terra?

Triste e lamentável, injusta e covarde a atitude do Governo na questão Suiá Missu. Triste o que fazem com o povo branco e com o povo indígena, usam todos para beneficiar uns e outros, sem se quer sabermos para que de fato estamos sendo usados!

Fica aqui registrado o meu repudio a este ato irresponsável! E o meu Boa Sorte as pessoas envolvidas nesta questão, porque agora é rezar e pedir muita proteção a essas famílias que estão desesperadas!

"“O talento vence jogos, mas só o trabalho em equipe ganha campeonatos.” " - Autor desconhecido!!!
©2019 - Camila Nalevaiko Studiomega